Carta do Tarot - O Sol


Dois meninos estão de pé diante de um muro, sob um sol com rosto humano, do qual chovem treze lágrimas coloridas.

Os dois personagens vestem apenas uma tanga ou calção. O menino que vemos à direita apoia sua mão na nuca de seu camarada, estendendo o braço esquerdo um pouco para trás. O outro tem a sua mão esquerda na altura do plexo solar de seu companheiro, e o braço direito numa posição mais ou menos paralela.

No chão, duas pedras, similares às que aparecem na carta XVI - A Torre. O muro que está por detrás dos meninos é amarelo, com a borda superior vermelha. Na restauração, ao lado, a base é de tijolos azuis.

Do disco solar, humanizado pelo desenho de um rosto visto de frente, surgem 75 raios; 16 têm forma triangular – a metade com as bordas retas e a outra metade com as bordas onduladas — e os 59 restantes são simples raios negros. Treze gotas, ou lágrimas, ocupam o espaço entre o Sol e os meninos.

Talvez os dois meninos façam uma alusão astrológica ao signo de Gêmeos, período do ano que, no hemisfério norte, corresponde ao solstício de verão.

Na escala individual, simbolizam a tarefa de regeneração que o universo começou a realizar a partir da queda. É por isso que Wirth os considera como “aqueles que reconquistarão o Paraíso”.






89 visualizações

Agende Sua Consulta Online

Consulta Tarot Online

Cadastre-se Nas Notícias Da Semana

Siga-nos No Instagram:

© 2020 por Meu Tarot
Rua Jaraguá, 737 - Bom Retiro - São Paulo.
Por Rafael de Oliveira Ribeiro

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco
  • Branco Twitter Ícone